• Fernando Casavechia

Custo de obra: Como eliminar custos desnecessários

É importante ter mapeado o custo de obra para conseguir identificar e eliminar os custos desnecessários. Sabemos que ao decorrer da obra muitos custos extras aparecem, mas ao mesmo tempo, existem custos que desde do início do planejamento da obra poderiam ter sido mapeados e eliminados, sem interferir na entrega final do empreendimento.


Veja abaixo temos 4 dicas para você identificar e eliminar esses custos indesejáveis:


1º Mapeamento de processos


Mapeamento de processos


Sempre que queremos eliminar um custo ou atividade o primeiro passo é entender onde estamos gastando e o que estamos executando. Então, a primeira coisa que deve ser feita na busca para eliminar custos é mapear todo o seu processo. Ou seja, desenhar e verificar todas as atividades que são realizadas em um processo e em quais locais podemos melhorar.


Sem essa primeira etapa fica muito mais difícil de criar grandes mudanças e melhorias em uma obra. A lógica é simples, se não soubermos o que precisa ser otimizado, não temos como otimizar nada.



2º Planeje o custo de obra


Planejamento de custo de obra


O planejamento é imprescindível para qualquer obra, seja de pequeno ou grande porte. Nessa fase podemos usar diversas ferramentas, como cronogramas, checklist de materiais, entre outros. O objetivo do planejamento é bem claro: Colocar tudo que é necessário para uma boa execução no papel.


A uBeton, por exemplo, disponibiliza de forma gratuita uma ferramenta para auxiliar na lista de compras de material para a obra. Ela conta com campos de prazo máximo de compra, status da compra, custo de orçamento, custo real e a quantidade que será necessária do material. Com esse mapeamento bem detalhado antes do início da obra, você tem mais visibilidade onde deve ser investido o dinheiro na parte dos materiais e quais são as opções para economizar e reduzir o custo de obra. Baixe o checklist gratuitamente clicando aqui.



3º Utilize um bom cronograma de obras


Cronograma de obra


Outra opção de mapeamento é um cronograma de obras. Com ele podemos mapear todas as atividades que serão executadas e a sequência que devem ser feitas, tendo data de início e fim. Com um cronograma bem realista, você consegue ter um controle melhor da sua obra e evitar atrasos, que sempre acarretam em mais custos na sua obra e que são desnecessários, mas podem ser eliminados com um bom cronograma.

A uBeton tem um cronograma de obras simples com gráfico de Gantt que você pode baixar clicando aqui.



4º Organize a obra


Obra organizada


Ao manter o local bem organizado, você reduz o tempo gasto na procura de materiais, reduz o desperdício de material e otimiza os processos construtivos. Além de deixar a obra mais segura e evitar acidentes no canteiro.. Dependendo do tamanho da obra, a falta de organização no canteiro pode gerar um custo desnecessário, e que só aumentará conforme o tempo for passando. Essa desordem acarretará em aumento do custo de manutenção e limpeza do canteiro.



Crie métricas e padrões para garantir a organização da obra. O 5S, por exemplo, é uma metodologia muito simples de aplicar em canteiros de obras e que gera um impacto muito grande na organização. É fundamental que toda a mão de obra esteja engajada neste quesito, especialmente os terceirizados. Ao acompanhar e mapear a desordem, ficará mais evidente o desperdício de material e tempo, e consequentemente, o desperdício de dinheiro.


Espero que tenha gostado dessas dicas e qualquer dúvida estamos a disposição.


Autor:

Fernando Casavechia Teixeira

Especialista em Lean Manufacturing pela PUCPR

Diretor Comercial na Ubeton

LinkedIn | Instagram



9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo